classSaúde

São José do Belmonte ganha novo centro cirúrgico

Foi inaugurado nesta segunda-feira (10) o novo bloco cirúrgico da Unidade Mista Leônidas Pereira de Menezes, em São José do Belmonte. De acordo com a prefeitura, há mais ou menos um ano não eram feitos procedimentos cirúrgicos na cidade. “Com o novo centro, pretende-se fazer nesta unidade até 50 cirurgias eletivas (sem urgência) de média e grande complexidade e 75 pequenos procedimentos por mês”, disse Williams Acioli, diretor do hospital.

“O espaço agora está modernizado e nos padrões dignos das pessoas serem atendidas, impactando diretamente no trabalho dos profissionais. São equipamentos novos, com fluxo novo, maior controle de marcação de cirurgias e de procedimentos, entrada controlada, enfim, o que há de mais moderno para uma boa prática cirúrgica. Com tudo isso, o hospital passa agora a ter uma capacidade cirúrgica maior”, afirma Fabiana Gomes, Secretária Municipal de Saúde.

O investimento de R$ 100 mil foi realizado com recursos próprios e de emenda parlamentar. “São José do Belmonte tem, a partir de agora, um belo exemplo de hospital público que permite às pessoas, de maneira inteiramente gratuita, ter acesso a um serviço de altíssima qualidade, com respeito à vida e extrema eficiência. Em agosto, será inaugurado também o novo setor de radiologia, que ficará nas instalações do antigo hospital”, disse Romonílson, prefeito.

Procedimentos

De acordo com a secretária, a partir de agora a Unidade Mista Leônidas Pereira de Menezes poderá realizar cirurgias como: hérnia, hemorróida, laqueadura, colelitíase (cálculos na vesícula), períneo, parto cesário, além de histerectomia (retirada do útero), entre outros procedimentos. “Vamos realizar 80% das cirurgias eletivas (sem urgência) no próprio município. Para isso vamos contar com os cirurgiões Dr. Alcides Muniz e Dr. Marcondes, o anestesista Dr. Antônio Landim, a enfermeira e circulante, Tatiane Lucena, a instrumentadora cirúrgica e técnica de enfermagem, Valdenora Alves, da técnicas de enfermagem, Iraci Rodrigues e Quitéria Rejane, além dos profissionais que fazem parte do quadro funcional”, destacou.